A evolução dos jogos de tabuleiro - Games + Gamers

Recentes

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

A evolução dos jogos de tabuleiro

Caso você ainda não seja adepto ao hobby de boardgames, ao escutar “jogos de tabuleiro” as primeiras lembranças que virão a mente serão as partidas demoradas e com poucas tomadas de decisão que Banco Imobiliário ou Jogo da Vida proporcionavam, ou então, eventuais brigas entre amigos nas longas e excessivamente combativas partidas de War! Um jogo de tabuleiro era uma opção para os dias chuvosos ou então quando nada melhor estava passando na televisão. Reunir um grupo para a prática corriqueira desta atividade não era uma tarefa tão simples e raramente era o foco das reuniões entre amigos, embora haja exceções, como a deste que vos escreve, que mesmo na época hegemônica do War já era apaixonado por tabuleiros.

Estes jogos com qualidade de componentes questionáveis, mecânicas simplistas e com alta dose de sorte são chamados pejorativamente de Ameritrash (lixo americano), pois essas versões brasileiras são variações de versões americanas, com War tendo sua raiz em Risk, Banco Imobiliário em Monopoly e Jogo da Vida em Game of Life. Os Ameritrash na década de 90 tinham ainda outros representantes no Brasil, como Imagem e Ação, Batalha Naval, Detetive, etc.
Zombicide: Blac Plague
A partir deste novo milênio essa realidade mudou, o surgimento dos eurogames na Alemanha revolucionaram a mecânica dos jogos de tabuleiros, gerando uma forte concorrência com o mercado americano, que por sua vez precisou melhorar a qualidade de seus jogos, tornando a nomenclatura Ameritrash obsoleta, e muitas vezes substituída por Jogos Temáticos, por serem sinônimos de jogos com alta imersão e qualidade estética de componentes.

Jogos Temáticos ou Euro - Qual estilo de jogo mais agrada?
É uma pergunta importante a se fazer antes de começar a entrar no hobby, ou de decidir a se unir a um grupo de jogadores já existente. A resposta para essa pergunta é sempre a mesma: Depende do seu perfil como jogador! A fim de ajudá-lo a escolher, segue abaixo uma descrição sucinta sobre cada um:

Jogos Temáticos
A primeira pergunta que faço é: “Você já jogou RPG de mesa? Se já jogou, o quanto você gosta de RPG?” Se a resposta for algo similar a “sim” e “muito”, respectivamente, você irá se apaixonar pelos jogos temáticos. As miniaturas lindamente construídas, tabuleiros bem ilustrados, personagens com habilidades diferentes a serem escolhidos e sistema de jogo que passa a sensação de estar vivenciando uma história torna o ambiente totalmente imersivo, se assemelhando muito a uma partida de RPG nos jogos cooperativos, sem necessariamente existir um mestre e nem com a necessidade de um grupo fixo de jogadores.

Mas nem só de cooperação vivem os Jogos Temáticos, também temos os semi-cooperativos em que há dois grupos, geralmente um de sabotadores e outros que tentam cumprir a missão principal; e também os de confronto, em um ambiente cada-um-por-si onde as batalhas são estimuladas para garantir a vitória.

Outra característica é a alta dependência da sorte, para uns pode ser uma vantagem do estilo, visto que jogadores novatos, ou mais jovens, não se sentem intimidados a entrarem em um grupo já formado por jogadores experientes; por outro lado, pode ser frustrante um planejamento seu que demorou umas duas horas para chegar na fase de conclusão ir por água abaixo por você ter tirado número baixo em um lance de dado…

Partidas longas é outra característica que precisa ser levada em consideração, embora a maioria dos jogos Temáticos tenha um modo de curta duração, para você realmente vivenciar a experiência plena precisa jogar pelo menos no modo intermediário, que leva umas boas três horas de jogo, nos principais títulos.
Kemet
Na minha opinião, os principais representantes dos Jogos Temáticos disponíveis no mercado nacional são:

Zombicide: Franquia de jogos no qual você e um grupo precisam realizar missões, batalhar e sobreviver em um ambiente repleto de zumbis!

Eldrich Horror: Ambientado no universo criado pelo escritor HP Lovecraft, você e seu grupo precisa impedir que monstros interdimensionais invadam o mundo!

Dead of Winter: focado na sobrevivência em um mundo infestado de zumbis, você precisa descobrir se há um traidor no grupo enquanto faz busca de itens para cumprir missões.

Battlestar Galactica: não é produzido no Brasil, mas é fácil de encontrar nos fóruns e sites de venda pela sua relevância, no qual você vivência o ambiente da série de TV, de Cylons contra humanos.

Cyclades, Kemet e Blood Rage: nos três jogos você desenvolve sua civilização com a graça de deuses gregos (em Cyclades), egipicios (em Kemet) ou vikings (Blood Rage), tendo o combate estimulado para a obtenção da vitória. Embora muito parecidos no tema, a mecânica distinta torna cada um deles um jogo de experiência única.

Jogos de Tabuleiro Euro
Estilo iniciado com a criação de Colonizadores de Catan, são jogos com baixa dependência de sorte e mecânicas muito bem elaboradas. Jogos Euro são para jogadores que se divertem com um desafio intelectual e que prezam uma “curva de aprendizagem” (após o jogo refletir sobre suas jogadas para encontrar seus erros e acertos e, assim, melhorar sua estratégia para a próxima partida).
Terra Mystica
Outra característica marcante é a baixa interação entre os jogadores, ou seja, você não irá atacar seu amiguinho diretamente, entretanto, deverá escolher ações que o favoreça mais do que os demais jogadores, se possível prejudicando algum deles com elas, sendo pela obtenção de recursos escassos ou domínio de um território chave.

O tema não é o principal elemento do jogo, servindo apenas como um pano de fundo para a execução da mecânica, que pode variar de complexidade, conforme exposto abaixo:

Euro leve: jogos de duração de uma hora ou menos, possuem mecânica pouco complexa e baixa variedade de decisões a serem tomadas, geralmente o elemento sorte é um pouco mais evidente. Pode-se citar Catan e Carcassonne como representantes clássicos.

Euro médio: jogos de duração entre uma hora e duas horas e meia: a mecânica já exige raciocínios aprimorados para boa execução, bom número de opções de ações que podems ser realizadas e o elemento sorte é muito baixo. Porto Rico e Power Grid são ótimas opções nessa categoria.

Euro pesado: Com tempo de duração acima de duas horas e meia, é uma maratona intelectual, a quantidade de ações possíveis são enormes e mudam radicalmente a cada jogo, o elemento sorte é muito baixo ou inexistente. Terra Mystica e Agricola são ótimos representantes desta categoria.

Jogos de Tabuleiro Híbridos?
Para quem já conhece boardgames e esta lendo este artigo deve estar pensando: “muitos dos jogos citados em uma categoria possuem elementos de outra”. E eu respondo: “Exato!”
Cyclades
Explicando melhor, vários bons jogos mesclam características de Jogos Temáticos com elementos de Euro, embora um desses seja dominante. Com a evolução dos jogos de tabuleiro, traçar uma linha entre um Euro de um Jogo Temático está mais complicada. Afinal, quem resistiria a um jogo com mecânica altamente aprimorada em um ambiente imersivo, com componentes de ótima qualidade?

O presente artigo apenas arranha levemente a superfície do conceito de jogos de tabuleiros modernos, mas você pode entrar na Ludopédia ou no site Boardgamegeek que tentam resumir todos os jogos de tabuleiro já criados. E boa diversão!

Este artigo foi retirado junto das imagens lá no Tábula Quadrada, todos os créditos ao Gilberto Guerra, escritor desse artigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário